Fotógrafo de Gastronomia

Postado por adilson | 18 de Junho, 2020 | Gastronomia

O Fotógrafo de Gastronomia

O fotógrafo de gastronomia é responsável pela valorização do prato e criar o “appetite appeal” nas pessoas. Isso se dá de diversas formas e vamos discorrer sobre cada uma delas nesse artigo.

Escolha do melhor ângulo do prato

Todo prato, por mais simples que seja, tem um melhor ângulo de ser servido. Na composição, procure mostrar esse ângulo. Se for uma torta ou pizza, procure sempre deixar a face que não tenha nenhum “defeito” ou imperfeição virada para a câmara. O ângulo da câmara também é muito importante e geralmente é posicionada no mesmo ângulo que uma pessoa sentada à mesa veria o prato. Dependendo da proposta, também é muito comum fazer a foto de 90º, também chamada “top view”.

Procure composições simples

Salvo seja requisitado alguma produção específica, vale a máxima “menos é mais”. Utilize poucos itens e principalmente que combinem em si. Pratos, talheres, suplas, guardanapos, etc., todos devem conversar entre si.

Tenha variações do mesmo prato

Depois de feita a foto principal no melhor ângulo, aproveite a produção e tente outras variações: ângulo, tomadas, detalhes, etc. Isso gera muitas opções para o cliente postar ou utilizar em seu principal objetivo.

Fique atento aos detalhes

Durante uma sessão a correria é muito grande e dependendo do prato, há pouquíssimo tempo para o click antes que o prato derreta, escorra, desmorone, etc. Portanto deixe o setup pronto e testado antes da chegada do prato. Ao chegar verifique se não há respingos, escorridos, manchas, etc. Nem sempre será possível corrigir algum detalhe na pós. Ou se for, é mais tempo de trabalho.

Prato para consumo x prato para foto

Na maior parte das vezes o prato a ser fotografado não é o mesmo que é servido. Massas devem ser retiradas antes do ponto e a carne deve mostrar textura e o tom róseo quando cortada. Alguns alimentos podem parecer mais apetitosos se pincelados com azeite. O molho das massas deve estar bem consistente para não escorrer e inundar o fundo do prato.

Fique atento na iluminação

A iluminação para gastronomia normalmente é a que simula uma grande janela ao lado ou atrás da mesa. Se a foto for feita no restaurante e isso for possível, perfeito. Caso contrário será necessário simular essa luz com softboxes grandes o suficiente. As áreas de sombra podem ser reduzidas com rebatedores brancos ou outro softbox com menor potência.  Evite luz dura que gera sombra dura, tirando toda a beleza do prato.

Precisando de mais informações ou contratação, estou à disposição pelo https://adilsonmoralez.com.br/contato/

Adicionar comentário

*Complete os campos corretamente

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Artigos relacionados

Postado por adilson | 19 de Março, 2020
Veja como o fotógrafo de gastronomia é fundamental para o sucesso de seu delivery
O fotógrafo de gastronomia é fundamental para o sucesso de seu delivery Em tempo de restrição de deslocamento, onde toda a cadeia produtiva está sendo tremendamente impactada, cada segmento da...
Postado por adilson | 7 de Junho, 2019
Produção cardápio debutantes para a Casa Lucci
Produção de fotos de gastronomia para cardápio É sempre gratificante quando o cliente te chama para um novo trabalho. Sinal que os anteriores atingiram as expectativas. Esse foi o caso...
Postado por adilson | 30 de Maio, 2019
Registro do Tonkotsu Ramen no Restaurante Ikkousha
Fotografando cardápio de restaurante japonês Uma das coisas que mais gosto em meu trabalho é o fato de a cada job aprendo algo de novo. E neste, no restaurante Ikkousha no...
Open chat
Como posso ajudar?